fbpx

4 passos para manter a saúde financeira do seu negócio pós-crise

Nos últimos meses, o cenário de negócios passou por grandes mudanças. A crise ocasionada pela pandemia de Covid-19 promoveu sucessivas quedas econômicas, fragilizando indústria, comércio e serviços. A questão é: como manter a saúde financeira do negócio pós-crise?

Se existe uma fórmula, ela certamente passa por um bom trabalho, balanceando receitas e despesas. Em outras palavras, além de encontrar novas formas de monetizar e gerar fluxo de caixa, é preciso concentrar gastos no que é estratégico e enxugar desperdícios.

Em vista disso, separamos 5 dicas para manter (ou talvez retomar) a saúde financeira do seu negócio no período pós-crise. Para saber mais, continue atentamente a leitura deste artigo!

1. Cuidado com as fontes de financiamento

Neste período de Covid-19, muitas empresas tiveram que paralisar suas operações, dada a queda da demanda e a exigência de decretos governamentais, relacionadas à saúde pública. Por consequência, muitos negócios tiveram que buscar (ou ainda estão buscando) financiamento externo.

Nesse primeiro caso, é importante ter cuidado com a fonte de financiamento, o prazo para pagamento e a taxa de juros. Financie seu capital de giro com fontes de longo prazo e taxas de juros baixas, nunca o oposto. Se possível, recorra a programas de crédito do governo.

2. Encontre novas fontes para receita

Quais são as atuais fontes de receita do seu negócio? Pode ser a venda de um bem ou a prestação de um serviço específico, não é? Aqui, o ponto é usar a criatividade para encontrar novas fontes de receita, isto é, novos canais capazes de colocar dinheiro no seu caixa.

Powered by Rock Convert

Por exemplo, um hotel pode oferecer em seus quartos um espaço para teletrabalho, com o intuito de atender à demanda local de profissionais que estão operando em regime de home office. Desse modo, ele pode atender a uma demanda latente e gerar mais receitas para o caixa da empresa.

3. Elimine custos que não são estratégicos

Uma das dicas mais comuns na área de finanças é “corte custos!”. Porém, é preciso ter cuidado, uma vez que alguns custos são necessários para o sucesso do empreendimento, pois geram novos negócios e aumentam sua eficiência, como é o caso de custos com marketing e tecnologia, por exemplo.

Então, foque na eliminação de custos que não são estratégicos. Impostos indevidos, materiais de limpeza, aluguel do estabelecimento, preço dos insumos dos fornecedores e salário da equipe administrativa, por exemplo. Assim, terá um negócio mais “enxuto”.

4. Aumente sua eficiência operacional

Lembre-se, ainda, de aumentar sua eficiência operacional. Isso significa fazer mais com a mesma base de recursos ou até com menos recursos. Assim, você pode alcançar a chamada economia em escala, além de mais competitividade e representatividade no mercado.

Para tanto, aproveite para investir em mais tecnologias gerenciais, canais funcionais para o atendimento ao cliente, gestão de processos e projetos. Além disso, crie ciclos contínuos de melhoria, a fim de eliminar desperdícios, erros e acidentes no trabalho.

Ao utilizar essas dicas, seu negócio terá capital de giro para sobreviver a esse período e chegar ao pós-crise com a saúde financeira em dia. Além disso, sua empresa continuará usufruindo de custos mais baixos e receitas maiores ou mais estáveis, e também terá mais eficiência operacional, demandando menores recursos para atingir as metas deliberadas. Assim, além de saudável, o negócio conseguirá se manter competitivo para superar competidores.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para continuar aprendendo conosco e veja como utilizar soluções omnichannel para alavancar seus resultados. Vamos lá!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.