fbpx

4 tendências de inovação no varejo para você apostar

Com o mercado varejista mudando a passos largos, reflexo da transformação digital, é preciso prestar atenção às tendências e extrair o melhor da inovação no varejo. Do contrário, sua empresa pode perder em competitividade e, consequentemente, espaço no segmento em que atua.

Existem muitas tendências que merecem atenção. É importante analisar quais são mais úteis para o seu modelo de negócio, para a sua estratégia competitiva e para o seu estágio de crescimento organizacional. Em seguida, adotá-las na prática.

Continue com a leitura para conhecer quatro tendências de inovação no varejo, os principais benefícios que elas trazem e como tirar proveito delas na loja física e no e-commerce.

1. Experiência omnichannel

Fornecer um único canal de relacionamento com o cliente (ou físico ou digital) pode ser um problema. Os consumidores buscam por experiências mais robustas, de modo que consigam aproveitar o melhor do mundo físico e do digital, simultaneamente.

Nesse aspecto, a experiência omnichannel é uma forte tendência. Essa experiência integra ponto físico, e-commerce e consumidores, entregando o melhor dos dois mundos. Assim, o consumidor passa a ter mais opções de compra e uma experiência de consumo mais satisfatória.

2. Uso de dados volumosos

A aplicação de dados volumosos já é realidade no setor varejista, mas certamente ganhará mais destaque nos próximos anos. O uso de Big Data no varejo permite ao gestor uma série de análises, assim como predições e tomadas de decisões mais acertadas.

Powered by Rock Convert

Justamente pela importância dos dados, muitos varejistas estão integrando a área de marketing com a de ciência de dados, de forma que ambas consigam pensar e seguir na mesma direção. Isso gera sinergia e grande vantagem competitiva.

3. Mobile commerce

Outra grande tendência é o mobile commerce (ou só m-commerce), que consiste no desenvolvimento de aplicativos de compra que podem ser utilizados nos smartphones. Isso porque os consumidores estão cada vez mais conectados nos seus aparelhos móveis.

É importante destacar, ainda, que o m-commerce pode promover uma relação mais íntima de consumo, personalizada e atraente. Além disso, rende um volume muito maior de dados dos clientes aos lojistas, que depois podem ser usados na formulação de ótimas estratégias.

4. Realidade aumentada

A realidade aumentada (RA) pode ser usada no varejo para melhorar a experiência do cliente com a loja, mas também para aperfeiçoar os processos internos e até treinar a equipe de trabalho.

Existem três grandes benefícios em favor da RA. Primeiro, é uma tecnologia que proporciona uma experiência icônica. Segundo, sua qualidade vem aumentando ano após ano. Terceiro, seu preço final também se tornou baixo e acessível aos lojistas.

Enfim, essas são algumas das principais tendências em inovação no varejo. Vale ressaltar que todas elas dependem de uma tecnologia de base: um sistema ERP. Essa solução pode ser vista como a espinha dorsal na transformação digital do negócio, uma vez que integra outras tecnologias e possibilita o trabalho com dados expressivos.

O mais importante é adotar um ERP personalizado para o varejo, capaz de atender às principais demandas do empreendimento. Quer entender como funciona? Entre em contato conosco e conheça o sistema WM10!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.